Menu

Dança e música se juntam para abrir o Baile Afro Muzenza, dia 29 de janeiro (quarta-feira), às 20h, no Largo Tereza Batista, Pelourinho. O evento, que tem como proposta aproximar o público da dança e música negra, terá dois palcos: um para a banda Muzenza e outro para dançarinos-professores. Serginho, vocalista do grupo de reggae Adão Negro, e MC DaGanja são os convidados da noite. Os ingressos custam R$ 20/R$10 e estarão à venda no local.

Baile Afro Muzenza

Com direção artística de Elísio Lopes e cenografia de Zuarte Jr., o Baile Afro Muzenza é uma alternativa para quem deseja conhecer mais sobre o universo da dança afro em sua mais alegre prática, ao som da música e acompanhado da Ala de Dança do Muzenza. A banda percussiva Muzenza apresenta neste show seu repertório com clássicos do grupo, como “A terra tremeu”, “Brilho e beleza” e “Swing da cor”, além de novidades que embalarão dançarinos e espectadores.

O evento conta com patrocínio da CAIXA e Petrobras e apoio do Centro de Cultura Popular e Identitária. A realização é de Muzenza, Janela do Mundo, Simples Produções, Ministério da Cultura e Governo Federal.
Muzenza do Reggae

O Bloco Afro Muzenza do Reggae surgiu no bairro da Liberdade em1981, como um tributo ao músico jamaicano Bob Marley (1945-1981), responsável pela difusão internacional do reggae. A inspiração na cultura afro-jamaicana veio da popularidade do ritmo nos anos 1980. Aos poucos, o Muzenza consolidou-se como um dos blocos que desenvolvem o maior número de variações rítmicas no Carnaval de Salvador.

Em 1988, o grupo lançou o seu primeiro disco, “Muzenza do Reggae”, pela Continental. Hoje, com mais de 30 anos fortalecendo a identidade do afro-reggae, o Muzenza apresenta o suingue do reggae em sintonia com a percussão baiana, com canções de conscientização social e igualdade entre os povos, ao som do samba reggae, ritmo criado na Bahia. 

SERVIÇO

BAILE AFRO MUZENZA
Quem: Muzenza convida Seginho (Adão Negro) e MC DaGanja
Local: Largo Tereza Batista
Horário: 20h
Ingressos: R$ 20 / R$10
Vendas no local.
 
Topo