Menu

Formação artística e estímulo às atividades empreendedoras. Esses são os princípios básicos das oficinas oferecidas pela plataforma Mundo Afro e lançadas na última terça-feira (23), no auditório do edifício sede da Coelba. Representantes de cada uma das cinco entidades envolvidas no projeto - Cortejo Afro, Filhos de Gandhy, Ilê Aiyê, Malê Debalê e Muzenza - estiveram presentes no evento e ressaltaram a importância da iniciativa que valoriza a tradição histórica da Bahia.

Claudia Lima, sócia-diretora da Janela do Mundo, representou as produtoras do mercado cultural que ajudam a mover essa engrenagem, e fez questão de destacar o valor do projeto para estimular os blocos afro a desenvolver um calendário sustentável e descentralizado das atividades do Carnaval. Fabiano Carvalho, superintendente de regulação da Coelba, patrocinadora desta segunda etapa da plataforma, pontuou que o suporte da empresa visa reconhecer a relevância do projeto para estimular a cultura local e o desenvolvimento humano.

Nas 25 oficinas - cinco por cada uma das entidades - podem se inscrever até 30 pessoas a partir de 16 anos e com formação diversa. Dessa forma, serão 750 pessoas atingidas diretamente pela capacitação artística e valorização profissional do Mundo Afro. As inscrições seguem até esta sexta-feira (26) e devem ser realizadas nas sedes dos blocos e no Centro Social Urbano da Liberdade.

As vagas de algumas oficinas, como as oferecidas pelos Filhos de Gandhy, já estão encerradas. A intensa procura é uma clara demonstração da latente demanda social - tanto das comunidades internas como externas das entidades - por uma formação sólida e estruturada nos diversos aspectos que tangenciam a cultura afro.


Parceiros e patrocinadores:
Patrocínio: Coelba | FazCultura | Secretaria da Fazenda | Secretaria da Cultura | Governo do Estado da Bahia
Apoio: Sebrae | Unijorge 
Realização: Cortejo Afro | Filhos de Gandhy | Ilê Aiyê | Malê Debalê | Muzenza | Janela do Mundo | Simples Produções | Isé Música Criativa| Caderno 2 | Ministério da Cultura | Governo Federal
 
Topo